Dicas Para Criar Coelhos

Já faz algum tempo que um negócio tem se destacado no mercado, a criação de coelhos. Seja uma criação com focos na criação de animais domésticos ou mesmo para fins de alimentação a verdade é que esses animais têm conquistado a simpatia de muitos empresários que tem vislumbrado excelentes possibilidades de lucros.

A comercialização de coelhos tem crescido bastante nos últimos tempos e ainda há a vantagem de ser um tipo de animal relativamente barato para se criar. O nome dado a criação de coelhos é cunicultura e pode atender a diferentes demandas do mercado. Além dos clientes que desejam animais domésticos dóceis e para fins alimentícios os coelhos são bastante procurados por cientistas que desejam animais para cobaias.

Apesar do pouco que se fala a respeito os coelhos são animais utilizados para testes de vacinas e aos poucos vem ocorrendo a substituição dos ratos de laboratórios por coelhos. Outro fator que tem aumentado a presença de criadores de coelhos no mercado é o sucesso da carne desse animal na gastronomia.

A carne de coelho, de acordo com pesquisas, possui um elevado valor nutricional e isso faz com que seja uma fonte de vitaminas, minerais e fibras. Trata-se de uma alternativa interessante para quem deseja deixar a carne vermelha de lado na dieta.

Vantagens Da Criação De Coelhos

O investimento na criação de coelhos é bastante interessante uma vez que é possível aproveitar quase tudo desse animal. Por exemplo, a carne de coelho pode ser usada para a alimentação, é considerada uma carne nobre. Além disso, a pele do coelho pode ser usada para costura desde que seja retirada com cuidado.

Há serventia até mesmo para as vísceras dos coelhos, pois ela é utilizada para fazer uma farinha que possui um elevado valor nutricional e que é recomendada por nutricionistas. As fezes e a urina dos coelhos podem ser utilizadas para fazer adubo sendo considerada melhor que o adubo proveniente das fezes e urina dos cavalos. Isso acontece por que os resíduos dos coelhos são ricos em fosfato e nitrato.

Estrutura Para Criação De Coelhos

Os coelhos são animais conhecidos pela sua fama de rápida reprodução e devido a isso um pequeno investimento inicial pode significar um bom lucro no futuro. Para que a sua criação seja bem sucedida é necessário escolher um local que possua uma boa iluminação e ventilação adequadas.

Para o começo da criação é possível utilizar um espaço como uma garagem, por exemplo, mas é importante que o local esteja bem higienizado. Os animais não podem ficar expostos a chuva. A higiene é um ponto fundamental para o sucesso da criação de coelhos, pois isso evita que os animais contraiam alguma doença.

Lembre-se que se um animal tiver uma doença facilmente irá contaminar os demais e toda a criação estará comprometida. A dica é que todo criador tenha um veterinário de confiança para lhe auxiliar nos cuidados e monitoramento da saúde dos animais.

Criação Doméstica De Coelhos

Se a criação que você pretende montar é doméstica saiba que precisará contar com gaiolas, bebedouros, comedouros, manjedouras, coberturas e ninhos. Quem deseja economizar pode investir num coelhário, basicamente são gaiolas encaixotadas que são dispostas lado a lado e assim utilizam a parede como uma grade. A abertura dessas gaiolas é feita pela frente e a sua estrutura pode ser de ferro ou aço.

O Começo Da Criação De Coelhos

O mais indicado para o começo da criação de coelhos é ter pelo menos 10 matrizes, os animais que irão iniciar a procriação. Saiba que para cada 10 fêmeas é necessário um macho, esses animais apresentam uma alta produtividade. Vale dizer que se existirem mais animais do que isso seria difícil controlar a produção.

É importante dizer que esses animais não devem ser criados soltos e que o coelho macho deve engravidar uma fêmea de cada vez. Para ter 10 matrizes é necessário 16 gaiolas pelo menos. As quatro gaiolas extras serão utilizadas para os filhotes nos dias seguintes ao seu nascimento. Os filhotes precisam de um espaço para que possam engordar o necessário para serem levados para as gaiolas individuais.

Algumas pessoas chamam essas gaiolas extras de “gaiolas de engorda”, pois os animais ficam nelas somente para se alimentar e depois são comercializados ainda filhotes. Antes de começar o processo de procriação dos animais é necessário aguardar uns 30 dias para que os coelhos se adaptem ao novo ambiente.

Adaptação

A adaptação é muito importante para os coelhos, pois senão eles acabam ficando doentes, fracos e podem até mesmo recusar comida e bebida. Depois de esperar uns 30 dias de adaptação é necessário aguardar o cio da fêmea. Para perceber que o cio começou fique de olho na vulva da fêmea. Quando a vulva fica rosada, com um brilho intenso e com a região genital inchada é sinal que começou o período do cio.

Em seguida coloque a fêmea na gaiola e espere até que ela comece o acasalamento. O passo seguinte é anotar numa ficha individual de cada animal a data em que foi realizada a cópula. O macho somente estará apto para acasalar com outra fêmea num período de 36 horas.

Natalidade

Ressaltamos que o nível de natalidade em fêmeas saudáveis é bastante alto. Para se ter uma ideia uma fêmea saudável engravida mesmo após quatro acasalamentos seguidos. No caso de isso não acontecer pode ser que o animal tenha algum problema.

Para saber se a fêmea está grávida basta apalpar a barriga dela para sentir o feto. Outra forma de confirmar essa gravidez é levar a fêmea para perto do macho, se ela ficar irritada e arisca com ele é sinal que está grávida.

Gestação De Coelhos

O coelho tem como período de gestação de 28 a 34 dias, quando estiver perto do dia do parto da fêmea você deverá levá-la para uma caixa de madeira com pó de serra no fundo. As fêmeas e os seus filhotes devem permanecer juntos durante uns 30 dias após o parto.

Em geral a partir do 18° a amamentação já terá sido finalizada. Com 70 dias de vida um coelho já está pronto para ser usado para o consumo alimentar. Lembrando que o segmento de venda de coelhos domésticos tem crescido também e as pessoas adoram filhotes.

Criação do Animal Como Pet

A criação de alguns animais de estimação é algo bastante comum entre os brasileiros, principalmente no caso de cachorros e gatos, porém existem alguns animais que não são tão comuns de serem criados em apartamentos ou residência, justamente por isso os consumidores precisam de algumas dicas para conseguir criar esses animais.

O coelho é um ótimo exemplo de um animal que não é muito comum entre os brasileiros e que sofre muita das vezes pelo descaso de seus proprietários. Como todos sabem, o coelho é o símbolo da páscoa e durante esse período várias pessoas adquirirem o animalzinho para dar aos filhos, como uma forma de criar um laço entre o animal e a criança, sendo algo bom, mas se realmente esse laço conseguisse durar muito tempo.

Ao passar alguns dias depois da pascoa os proprietários começam a perceber que o coelho na vida real não é como no desenho, que não vive somente com cenoura e que exige cuidados como qualquer outro animal. Durante esse período, muitos animais são vistos soltos na rua e algumas acabam morrendo, pois animais criados em cativeiro não se tornam especialista na procura de alimentos, o que acaba dificultando sua sobrevivência. Abaixo iremos oferecer muitas dicas e informações para que você consiga criar seu coelho de forma simples e que não agrida de forma alguma a saúde do animal.

Local Para a Criação

Diferente de um animais como cachorro e gato, os coelhos naturalmente se afastam dos seres humanos, sendo um animal bastante reservado e que prefere ficar distante, isso é bastante comum, mas também não impede que o coelho seja criado em um local fechado. Assim como outros animais o coelho também consegue aprender alguns truques, como no caso de fazer suas necessidades em uma caixa de areia, sendo possível caso a pessoa adquira um animal já treinado ou faça alguns exercícios de treinamento para que o animal consiga aprender.

O normal e o mais indicado é criar o coelho em local que tenha espaço para que o animal possa se movimentar e também gastar um pouco de suas energias, porém as pessoas devem estar cientes de que na terra o coelho gosta de furar buracos. Mesmo que seja um terreno com solo muito duro, esse coelho conseguirá fazer fundos buracos e isso pode trazer alguns danos a seu quintal, sem contar que o coelho ficará boa parte do tempo dentro desse buraco. Para evitar isso crie um cercado para o coelho em local que seja acimentado. Isso porque, o coelho terá mais estabilidade na hora de andar.

Alimentação: Dicas e Informações

O coelho se identifica muito com as folhas, porém não gosta que sua alimentação seja sempre modificada, por isso preste bem atenção no que seu coelho gosta de comer e sempre mantenha essa dieta. Uma dica interessante é comprar ração própria para esse tipo de animal, sendo possível atualmente encontrar rações de qualidades e que contenha todo o tipo de nutrientes necessários para o desenvolvimento de seu pet. Porém, esteja sempre oferecendo alguns produtos diferentes para sua alimentação, até mesmo porque os animais também precisam de uma alimentação variada, principalmente quando você perceber que ele já não está se alimentando muito bem.

Outra dica interessante é não deixar faltar água de forma alguma, sendo um nutriente muito importante para o coelho, por isso troque a água sempre que possível e certifique-se de que a água está fresca. Não é necessário trocar a água do coelho com tanta frequência, mas procure trocar a água cedo e a tarde, principalmente em dias com muito calor, pois nesse período a água fica com alta temperatura e isso acaba diminuindo a qualidade da água, principalmente para o paladar do animal.

Um alimento que não pode ser oferecido de forma alguma ao coelho é a couve-flor, pois é um alimento que gera gases ao animal e isso acaba sendo um problema muito grande, pois o coelho não tem como soltar seus gases e isso gera um incomodo muito grande ao animal. Em caso de duvidas, entre em contato com profissionais especializados em coelhos, faça perguntas referentes principalmente a alimentação, sendo um fator muito importante para seu animal e indispensável para o dono que quer ver seu pet se desenvolvendo e cada vez mais bonito.

Lazer Para o Pet

Assim como qualquer outro ser vivo o coelho também fica estressado, principalmente em locais muito pequenos onde o animal conta com pouco espaço para se movimentar, nesse caso uma dica interessante é adquirir brinquedos para o animal. Na maioria dos casos, você não conseguirá encontrar brinquedos destinados aos coelhos, porém você pode comprar brinquedos para gastos, pois são ideais para o tamanho e porte do coelho. Esses brinquedos também são criados com todo o cuidado para não oferecer nenhum tipo de perigo ao animal, por isso é uma ótima forma de distrair o animal e não deixar com que sua saúde seja prejudicada pelo stress.

Tome cuidado com alguns objetos que o animal pode levar como um brinquedo, por ter muita força na mordida, o coelho pode furar facilmente uma latinha de metal, sendo um perigo para o pet, pois pode ferir o animal seriamente, por isso tome bastante cuidado com os objetos que ficam no chão, retire objetos de vidro e metal, deixe apenas os brinquedos para que o coelho aprenda a brincar. Outra dica interessante é estar sempre próximo ao animal, pois animais criados em cativeiro estão acostumados com os seres humanos e consequentemente precisam de carinho.

Fale sempre com o coelho, além de ser um bom lazer o coelho lhe ouvir, também será uma forma de treinamento, pois o coelho começará a lhe conhecer apenas com a voz. No calor o indicado é deixar o animal em um local fresco, pois sua estrutura corporal não é propicia para o calor, por isso tome bastante cuidado durante esse período. Esteja sempre visitando o coelho e sempre faça um carinho, pois isso também pode ser uma forma de não deixar o estressado.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Criação

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *