Existe Jeito Certo de Alimentar Meu Gato?

Ter um gato em casa é ter uma companhia divertida e sempre disposta a entrar em uma brincadeira. Mas gatos não devem ser tratados como cachorros ou outros animais, pois são diferentes e, por isso, merecem uma atenção bastante diferenciada, especialmente no tocante a alimentação.

A Alimentação dos Gatos

Quando os animais estão presentes ainda na natureza, possuem hábitos alimentares bastante diferenciados, já que têm franco acesso à carne fresca durante todo o período, em decorrência de sua caça diária. Mas, no caso dos animais domésticos, como o gato, sua alimentação é quase toda baseada em ração que lhe é oferecida de 02 a 03 vezes durante o dia.

Essa mudança dos hábitos alimentares,  além de ir totalmente contra a alimentação natural do animal, pode, futuramente, vir a danificar a sua saúde. Em determinadas situações, os felino que se alimentam durante poucas vezes durante o dia ainda têm a vontade de comer e por isso, se alimentam sempre que lhe oferecem comida.

Esse fator, em combinação com a ideia de que o gato nem sempre consegue todas as vitaminas e nutrientes que necessita, na ração, pode vir a acarretar a obesidade felina. Para determinados gatos, a vontade de segue além da nutrição e atua como uma chance de diversão, já que perseguem e caçam sua presa.  Essa situação contribui para o número excessivo de animais que têm sido caçados por gatos que já são domesticados.

A Maneira Mais Simples e Natural de Alimentar um Gato

Conforme um estudo feito pelo Conselho Nacional de Pesquisa dos Estados Unidos, quando têm alimentação à vontade, os gatos se alimentam de 12 a 20 vezes no decorrer do dia.  O estudo ainda salienta que o consumo de água que o animal tem é originado de sua caça. Em razão disso, um dono, para conseguir manter hábitos saudáveis em seu gato, deve buscar replicar seus hábitos primeiros, ou seja, naturais.

Dicas Básicas para Alimentar Adequadamente Seu Gato

  • Antes de dar a ração para seu animal, verifique na embalagem qual a quantidade adequada e a quantia de vezes diária que a alimentação deve ser oferecida ou, se preferir, consulte o veterinário responsável por ele para obter tais informações.
  • É importante que a quantia oferecida seja fracionada em diversas vezes ao longo do dia, esquecendo o velho hábito de alimentá-lo além do que é preciso.
  • O estudo salientado logo acima aponta que entre 30 e 40% dos gatos, quando têm oportunidade, se alimentam além do necessário.
  • Para manter o seu gato sempre alerta e dar conta de cumprir seu extinto animal de perseguição, procure esconder pequenas quantidade de ração em lugares diversos de sua casa.  O foco é que, para se alimentar, o gato tenha que buscar pela alimentação escondida.
  • Coloque uma pequena quantidade de água na ração seca para ajudar na forma que ele bebe água naturalmente, ou seja, com a ajuda de sua presa.  Apesar de nossa dica, tenha sempre em mente que a ração com água estraga mais e não deve ficar exposta por um tempo longo demais.

Mais Informações Sobre a Dieta dos Gatos

Somente através da alimentação certa os gatos podem ficar longe do envelhecimento precoce e demais males causados em razão da ingestão errada de alimentos. Qualquer alteração na alimentação, ainda que seja somente da marca da ração, deve ser efetuada de maneira gradativa, já que alterações bruscas podem ocasionar diarreia.

A dieta dos bichados requer um nível alto de proteína e gordura, quando comparados com a alimentação canina, e ainda doses extras de vários aminoácidos, como arginina, taurina, arginina, metionina e, cisteína. Além disso, felinos não devem se alimentar com chocolate, pois esse alimento contém ácido oxálico em sua composição, o que pode impedir a absorção de cálcio. Além do mais, ainda contém teobromina, uma substância bastante tóxica para os felinos.

https://www.youtube.com/watch?v=0gVn87XcOAA

O que muitos donos não sabem é que os gatos são bastante sensíveis a diversas substâncias, por isso, jamais ofereça algum medicamento ou alimento sem antes fazer uma consulta com o veterinário de sua confiança. É extremamente importante manter a higiene adequada dos bebedouros e comedouros dos animais.

O melhor nessas horas é utilizar os comedouros e bebedouros mais pesados para que não corram o risco de voar com maior facilidade, e sempre ponha folhas de jornal embaixo dos pratos, para que não deslizem e deixe a limpeza mais facilitada. Procure não utilizar bebedouros e comedouros feitos de material plástico.

Assim como nós, seres humanos, os gatos possuem diferentes gostos é natural que alguns animais não comam determinados alimentos que os demais gatos adoram. Busque encontrar qual alimento seu animal mais aprecia, lembrando-se de que as preferências alimentares dos felinos dependerão do cheiro dos alimentos, acompanhados da textura e ainda do nível de saúde do animal. O ambiente também causa influencia direta no apetite. Barulho, luz, ausência ou presença de animais ou pessoas, forma de limpeza do bebedouro e comedouro, são fatores que causam profunda alteração no comportamento alimentar.

Jamais alimente em excesso seu gato, saiba que alimentar da maneira adequada não é alimentar em demasia. Uma alimentação saudável é composta pela quantidade correta de alimentos, e que possua todos os nutrientes necessários para um melhor funcionamento do organismo dos animais.

Assim como diversos outros animais, os felinos possuem deficiência de determinadas enzimas, o que os tornam impossibilitados de promover a sintetização de determinados nutrientes dentro do organismo. Estes têm de ser oferecidos pré-formados durante a dieta, especialmente a Taurina, a Vitamina A, e o Acido Aracdônico. Os gatos devem ingerir grande quantidade de gorduras como as vindas de aves, carnes, peixes soja e vegetais e proteínas. Necessitam ainda de hidratos de carbono, vitaminas e sais minerais.

Nossos gatos necessitam de acesso frequente a água fresca, especialmente aqueles animais que comem somente a ração seca. Diferente do que acontece com os gatos selvagens que bebem muito pouca água, pois 70% da água que precisam, está contida na carcaça de suas presas. A grama ou alguma alimentação do gênero é um produto importante na alimentação dos felinos. Num ambiente selvagem, eles comem muitos alimentos verdes em conjunto com sua caça, pois esse tipo de alimento possui vitaminas e auxilia no bom funcionamento do sistema digestivo.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Alimentação · Felinos

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *