Alimentos Perigosos Para Cães e Gatos

Os gatos e os cães são sem sombra de dúvidas as nossas melhores companhias. Para vários de nós os mesmos são nossos grandes amigos, nos recebendo todos os dias com imensa alegria e satisfação todas as vezes que chegamos em casa depois de um exaustivo dia de trabalho.

Ainda que eles sejam tremendamente amados e gostemos de compartilhar tudo com eles, é necessário que prestemos bastante atenção à sua alimentação. Os animais não conseguem fazer distinção entre os alimentos que são bons ou ruins para eles, e em muitos casos, o que é inofensivo ou natural para nós, pode ser fatal ou perigoso para os bichinhos, já que seu corpo, bem como seu processo de digestão são bastante diversos daqueles dos seres humanos. Sem a menor intenção, podemos estar intoxicando nossos animais.

Por isso, é fundamental que os donos de pets sejam capazes de conseguir saber quais alimentos podem ou não serem oferecidos aos animais, no caso gatos e cães, sob pena de cometerem erros totalmente imperdoáveis.

Desta forma, vamos compartilhar com vocês quais os alimentos que precisam ser mantidos bem distantes dos cães e gatos e coo eles agem nos animais.

Lista de Alimentos que Apresentam Alta Toxicidade Para Gatos e Cães

Alimentos que os animais jamais devem consumir:

  • Café
  • Tabaco e Álcool
  • Chocolate
  • Uvas Passas, uvas
  • Cebolinhas, cebola e alho
  • Alimentos gordurosos
  • Carne crua, ossos e ovos
  • Leite e todos os seus derivados
  • Abacate
  • Frutas e as suas sementes
  • Noz-moscada e louro
  • Macadâmia e nozes
  • Bolos, e massa de pão crua
  • Pão
  • Amendoins

a) Chocolate: Esse é um clássico no quesito de intoxicação de animais e inclui gatos e cães nessa listagem. O chocolate tem em sua composição uma substância denominada teobromina, que ainda que seja oferecida em quantidades pequenas pode causar excitação, nervosismo, vômitos, diarreia, convulsões e parada cardíaca, levando, em casos mais extremos, ao óbito do animal.

É necessário ter especial atenção com os cachorros, que se sentem totalmente atraídos pelo doce. Há biscoitos próprios em pet shops para poder oferecer uma alimentação diferenciada aos animais, sem que isso ofereça risco à saúde do mesmo.

b) Café: Essa bebida é usada pelo ser humano como fonte de estimulação do sistema nervoso, deixando-nos mais espertos e alerta. Entretanto, nos animais, especialmente naqueles hipertensos, pode causar taquicardia, convulsões e parada cardíaca. Isto também acontece com outras bebidas que tenham a cafeína em seu teor, como refrigerantes e chás.

c) Tabaco e álcool: Qualquer tipo de alimento que traga em sua composição uma dessas substâncias pode vir a causar diarreia, vômitos, coordenação motoro deficiente, dificuldade respiratória, tremor pelo corpo e inclusive a morte. Ainda que o odor de álcool tenha por habito afastar os animais, pode ainda ter algum deles que tenha maior curiosidade, por isso, é importante não ficar brincando de por alguma bebida alcoólica na água de seu pet. Acha isso estranho?  Há sim pessoas capazes de tal absurdo.

d)Uvas Passas, uvas: É comum as pessoas darem frutas aos seus animais de estimação, e muitas delas não estão cientes de que as uvas são muito perigosas para os bichinhos, especialmente para os bichanos. As uvas passas e as uvas normais podem causar insuficiência renal aguda, vômitos, insuficiência hepática, diarreia e em casos mais extremos pode levar o animal ao óbito, ainda que não se tenha a certeza de qual componente das uvas que acaba causando os males aos animais.

e) Ossos, ovos, e carne crua: Os alimentos quando não passam por algum tipo de cozimento, podem estar repletos de bactérias, tais como a E. Coli e a Salmonella. Estas podem trazer grandes riscos ao organismo dos animais de estimação. Alimentar os animais com ovos crus pode ainda trazer problemas no pelo e na pele.

O problema dos ossos está mais relacionado ao engasgo dos animais, sufocamento dos mesmos e até mesmo a perfuração de algum órgão. Se quiser dar algum osso a seu animal, como forma de presente, é mais recomendado que se compre um daqueles fabricados para eles, que podem ser encontrados em qualquer pet shop.

f) Alho, cebola, e cebolinha: A cebola, o alho, e a cebolinha tem em sua composição determinada substância que causa a eliminação dos glóbulos vermelhos, causando diversas doenças, dentre elas a anemia e até mesmo a presença de sangue na urina dos animais que tenham por hábito o consumo dos alimentos temperados a partir desses ingredientes. Nos casos de anemia severa, o animal pode até mesmo precisar de uma transfusão de sangue, feita diretamente nas clinicas veterinárias.

Os sintomas clássicos de anemia podem até demorar a aparecer, se suspeita ou sabe que seu pet ingeriu alimentos com estes ingredientes, é melhor levá-lo ao veterinário de confiança.

g) Alimentos Gordurosos: Os alimentos que contém grande concentração calórica são prejudiciais aos animais. Além de causar obesidade, um item que tem afetado cada vez mais animais, o excesso de gordura pode causar diarreia, vômitos e acarretar problemas nos rins e pâncreas do animal.

Tenha cuidado especial, uma vez que os gatos e os cães são mais atraídos e preferem pegar os alimentos com gordura em excesso, dos pratos e mesa e inclusive das latas de lixo. Inclusive nas rações, eles preferem aquelas mais exageradas em gordura, por isso a escolha de um ração mais equilibrada e de qualidade é fundamental.

h) Leite e todos os seus derivados: Com certeza você já ofereceu leite a seu animal. Mas não retorne a esse erro para o pelo bem de seu bichinho. Os gatos e os cães devem somente se alimentar de leite quando ainda são filhotes. Depois de adultos, o habito de tomar leite pode causar-lhes problemas digestivos, diarreia,  e ainda pedras nos rins. O iogurte pode até mesmo ser oferecido, mas em quantidade pequenas, apenas como agrado, e raramente. A mesma coisa com o queijo fresco.

i) Determinadas Frutas: Há algumas frutas que podem ser oferecidas aos seus animais, mas há aquelas que fazem muito mal como as cítricas, cerejas, e ainda os dióspiros. Além disso, é preciso ficara atento e não oferecer nenhum tipo de semente ao animal, pois isso pode causar obstruções no intestino e inflamações.

Ainda que essas frutas sejam inofensivas para os humanos, não se pode dizer a mesma coisa dos peludos.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Alimentação

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *