Comandos Básicos De Treinamento Para Cães

Ter um cão em casa é sempre bastante divertido e para as pessoas que desejam adestrar o seu amiguinho vamos dar algumas dicas de como ensinar comandos básicos para ele. Porém, é importante que você entenda que a linguagem verbal não irá te ajudar nesse momento e sim a forma como você se expressa com o seu corpo.

Os comandos mais básicos de dar ao seu cão são os de deitar, sentar e não latir, qualquer um desses comandos não deve ser acompanhado de gritos, mas sim de firmeza na postura corporal. Quando o comando é deitar na casinha, por exemplo, é interessante apontar para a casinha para que ele entenda.

Uma outra coisa importante quando se está adestrando o cão é ter paciência e saber que ele não vai aprender tudo num único dia. A prática leva a perfeição e nesse caso é mais interessante todos os dias tentar variar um pouco os comandos a serem ensinados.

O Adestramento De Cães

O treino para obter o controle do comportamento e obediência de um cão se chama adestramento. O adestramento básico pode ser feito pelo dono do animal, porém, um adestramento mais elaborado precisará da ajuda de um profissional dessa área.

Existem diversos tipos de adestramento, tudo depende de qual é o seu objetivo. Sendo assim o cão pode ser adestrado para pastorear rebanhos, caçar, ajudar policiais militares, proteger a residência do dono, ser usado como Cão-Guia, farejar drogas, cão-terapia para pessoas doentes e muitas outras atividades.

Para realizar qualquer uma dessas atividades o cão precisa passar por um treinamento especial e assim ao comando do dono ser capaz de entender e realizar o que está sendo pedido.

Por que treinar seu cão?

Você pode ter um, ou vários cães e optar por não os treinar, mas com o tempo certamente irá se arrepender. Além de você como resultados contar com um cão totalmente seguro e educado, os treinamentos oferecem uma série de benefícios para seus animais de estimação. Os treinamentos oferecem a possibilidade de você conhecer melhor e entender o seu cão.

Assim como o contrário, é importante ainda se estabelecer limites evitando mal entendidos, como por exemplo, a ideia de que roer as mobílias é algo legal. O treinamento canino evita uma série de problemas como por exemplo situações de cavar e pular, além de aumentar a sua confiança no seu ou seus cães, e também o contrário.

A partir do momento que você aprender algumas técnicas de obediência, é possível se contar com algumas formas avançadas de treinamento que poderão interessar a todos. Os treinamentos de agilidade são ótimas alternativas para que os cães e seus donos desenvolvam um bom relacionamento, além de realizar brincadeiras e competições que o cão irá ter em todos os lugares. Já os treinamentos para obediência não geram como resultados apenas cães comportados mas também oferecem ótimas possibilidades para que você e seu cão se divirtam muito. Conheça a seguir alguns comandos básicos de treinamentos para cães. 

Comandos Básicos De Adestramento

Logo depois que nasce, assim como as crianças, os filhotes estão aptos a receber todos os estímulos que vem de fora, e o que ele aprender nessa fase da vida especialmente sobre as pessoas e o meio ambiente, ficará com ele por toda a vida. No período existente entre a 4ª e a 12ª semanas, o filhote recebe todas as capacidades motoras, sensoriais, e ainda todo o aprendizado necessário para enfrentar a idade adulta.

Por isso, quanto mais amorosa for a relação que estabelecida agora, muito mais fortalecida será a ligação sua com seu cão. Mas somente os comandos de adestramentos não são suficientes para fazer um cão obediente e amável, então, planeje passar pelo menos uma parte do tempo brincando com o seu filhote e sem que ele perceba, vá aos poucos introduzindo o treinamento.

Antes de iniciar todo o procedimento, converse primeiro com um veterinário de sua confiança, e quando ele der o sinal verde e disser que não há perigo, passe a expor seu animal às aventuras do mundo externo. Proporcione a ele uma variedade de experiências positivas com o ambiente, por exemplo, visite novos lugares em apenas uma semana e ainda o apresente a novas pessoas em cada lugar de visita.

Leve-o em passeios de carro diferentes, mas não se esqueça de usar uma caixa para transportá-lo com segurança. Tudo isso já fará parte do treinamento/adestramento, e ele ficará muito mais alerta e esperto com situações e pessoas que conhecer.

Alguns filhotes podem ter a predisposição para desenvolver tipos de fobias no período compreendido entre 08 e 11 semanas de vida. Durante este tempo é preciso ter cuidado ao expor o animal a situações particularmente estressantes, especialmente lugares com muitas pessoas ou ruídos altos demais.

Se nessas situações ele ficar muito amedrontado, tranquilize-o através de uma voz alegre, pois ele já tem a capacidade de perceber seus sentimentos. Por isso, mantenha uma resposta incisiva. Tomando muito cuidado para dar uma atenção demasiadamente exagerada a uma experiência de medo, pois isso poderá encorajar a fobia e não dissipá-la.

Os comandos de voz e sinais são as “dicas” que damos para o cão do que ele precisa fazer. Assim através dos sons das palavras ou mesmo por meio de gestos eles entendem que devem sentar, ir buscar entre outras coisas. Em geral os comandos de voz e os sinais são ensinados de forma simultânea. Confira abaixo alguns dos comandos básicos que você pode praticar com o seu cão de estimação.

Os Comandos De Adestramento

Um adestramento que seja completo deve incluir o uso correto da guia, sendo um processo que acontece gradualmente e não de um dia para o outro. Com isso, os conceitos básicos para chegar até ele e outras fases do adestramento como os comandos de voz, são uma parte essencial do adestramento básico dos filhotinhos de cães.

Então, inicie o processo fazendo com que o filhote use uma coleira. No começo é muito comum que ele resista, mas ainda assim seja persistente; isso deve ser feito para a segurança dele, portanto é uma regra que deve ser seguida. 

Depois que o filhote se acostumar a coleira, comece permitindo que ele a arraste pela casa, sempre sob sua supervisão. Quando chegar o momento de ele fazer suas necessidades, leve-o seguro na guia até o local certo para isto.

Acostume-o a andar sempre de seu lado esquerdo, para isso, coloque-o sempre ali toda às vezes for levá-lo para passear. Grande parte dos filhotes aprende facilmente a gostar de sua guia, pois logo percebem que ela é um sinal de que eles vão sair de casa para passear.

Os comandos de sinais e voz são as “dicas” que são dadas ao cão para que ele perceba o que seus donos querem que ele faça. Geralmente esses comandos são ensinados juntos, um ao lado do outro.

Confira Alguns Comandos Simples Que Podem Ser Praticados Com Seu Animalzinho De Estimação:

Junto

Assim que o filhotinho estiver habituado com a guia, já poderá ser ensinado o comando “Junto”. Basta agir da seguinte forma: fique de pé e mantenha seu filhote do seu lado esquerdo e passe a andar. Converse com ele e mantenha o foco em você, mostrando-se para ele a coisa mais interessante em seu raio de visão. Assim que ele se mostrar distraído e tentar correr para a frente, chame-o pelo nome e diga de maneira firme “Junto”, e faça uma pequena volta em formato de “U” para a direita. O filhote se encontrará na parte detrás de você e voltará para o seu lado. Se ele agir assim, o elogie e repita o procedimento sempre que necessário. Faça desse hábito uma espécie de brincadeira para seu filhote e ele o aprenderá de maneira bastante rápida. 

Senta

Primeiro coloque na mão alguma recompensa para o cão, está pode ser uma ração, um biscoito, enfim, uma coisa que ele aprecie bastante. Disponha à frente do animal e logo acima do focinho fazendo um movimento em direção à traseira do bichinho. Agindo assim você o forçará a olhar muito para cima para enxergar a recompensa, o que acabará fazendo com que ele se sente para conseguir uma posição mais confortável. Nessa hora dê a recompensa a ele. De forma gradual distancie o momento em que o cachorro sentou da recompensa, no entanto, exija que ele se mantenha na mesma posição. 

Coloque a mão com a recompensa à frente e acima do focinho do cão. Depois faça um movimento em direção a traseira, para conseguir olhar a recompensa que está no alto ele acabará sentando. No momento em que o cão sentar você deverá lhe dar a recompensa.

De forma gradual vá distanciamento o clicar do momento em que o cachorro sentou, porém, exija que ele permaneça na mesma posição.

Deita

Antes de começar esse novo comando, é preciso que o animal já tenha aprendido bem a se sentar. Com o animal já na posição sentada, tente fazer com que ele siga sua mão de maneira que o focinho fique em direção ao chão. Caso ele tente se levantar do chão faça com que retorne à posição sentada e inicie o procedimento novamente. Com alguns animais é preciso que se recompense várias vezes e apenas por ele ter se abaixado mais, mesmo antes de conseguir fazer todo o movimento. 

O cão deverá estar na posição sentada, faça então com que ele siga a sua mão com o focinho na direção do chão. No caso de ele levantar a traseira do chão faça com que ele retorne a posição sentada e então recomece o treinamento. O clique deve ser quando o cão encosta os cotovelos no chão. Saiba que com alguns cães é necessário recompensar apenas por ele ter abaixado algumas vezes antes mesmo que consiga fazer o movimento completo. 

Fica

Para ensinar o seu cão a ficar será necessário um pouco mais de tempo e paciência, pois ele gosta de se movimentar e ficar próximo ao seu dono. Para o começo da prática desse comando você deverá colocar o cão na posição que deseja (pode ser sentado ou deitado) e comece a se distanciar de forma gradual.

Mantenha a pão espalmada como sinal e repita a palavra “fica”. No início ele permanecerá apenas alguns segundos parado. Com o decorrer do treinamento vá aumentando o tempo que ele deve permanecer parado. É importante também que você vá mudando o seu posicionamento em relação ao cão.

Inicialmente você deve procurar voltar para perto do animal antes de clicar, alguns cães acabam ficando muito ansiosos para correr na direção do dono. 

Ensinar o cão o comando do “fica” requer um pouco mais de paciência e de tempo, já que animal gosta de ficar se movimentando e ainda bem próximo do dono. Para iniciar a prática desse comando, primeiro coloque o cão na posição que você achar melhor, desde seja deitado ou sentado e comece a ficar longe devagar. Com a mão espalmada dirija a ele um sinal enquanto repete por diversas vezes a palavra “fica”. No início, fique por alguns segundos ainda parado. Devagar vá ficando mais longe e mude sua posição em relação a seu animal e, no começo, procure voltar para perto do cão, já que muitos deles ficam ansiosos para chegar próximos ao dono.

Recompensas

Para que o cão entenda que está fazendo algo certo é importante recompensá-lo, ou seja, lhe dar um biscoito, por exemplo.

Vem

O comando “vem” é muito importante, pois você o utilizará no seu dia a dia. Trata-se de um comando fácil de ensinar, mas a maioria das pessoas acaba utilizando-o nos momentos errados. Por exemplo, falar “vem” para dar uma bronca no cão ou para prendê-lo na corrente faz com que ele prefira se esconder já que associa o comando com algo ruim.

Então se você costuma usar a palavra “vem” para dar broncas escolha outra palavra como comando. Uma sugestão é “aqui”, se o seu cão já tem uma memória que associa “vem” com algo ruim será difícil ensiná-lo a obedecer com esse comando.

Para ensinar esse comando você deve dizer “vem” (ou “aqui”) e em seguida mostrar para o cão um petisco ou um brinquedo que ele goste. Quando ele chegar até você você deverá recompensá-lo.

Faça isso em várias situações e quando ele estiver vindo prontamente passe a mostrar a recompensa só depois de clicar. O sinal que acompanha a palavra para esse comando pode ser bater as duas mãos nas suas pernas ou mesmo levantar m braço e abaixá-lo apontando para o chão. 

Adestramento Prático

Não podemos dizer que existe uma maneira que seja melhor do que outra para adestrar o seu cão, pois cada indivíduo é um e responde a um método de adestramento de forma diferente. O que podemos dizer é que se mostra essencial ter carinho pelo seu cão e ensiná-lo com paciência e tranquilidade.

Além disso, ressaltamos que o seu cão irá aprender com o que você ensinar, ou seja, se você for agressivo enquanto ensina a ele os comandos o animal aprenderá a ser agressivo. Gritar, xingar e qualquer coisa desse gênero não vai ensinar nada ao cão além de agressividade e rebeldia.

Algumas pessoas nem se dão conta de que os cães não entendem o que dizemos, apenas respondem de uma forma condicionada a uma palavra e gesto que estão acostumados a ver. Se precisar repreender o seu cão gritar ou mesmo bater nele não vai resolver, você deve ensiná-lo a agir corretamente.

Se estiver a algum tempo tentando adestrar o seu cão sem sucesso deverá procurar um profissional de adestramento. Porém, lembre-se que o profissional irá te ensinar como agir com o seu cão, mas não poderá dar os comandos por você. Será um trabalho em parceria entre você, o profissional e o seu cão. 

Por Que Adestrar?

Os cães adestrados são mais fáceis de controlar no dia a dia e isso pode ser a diferença entre cães agressivos e dóceis. Além disso, quando você leva o seu cão para passear precisa ter o controle sobre ele para não acabar sendo “guinchado” por ele.

Trata-se de uma forma de garantir a segurança dele também, pois você poderá lhe dar comandos que evitem que ele corra para a rua, saia de casa sem você saber enfim será possível evitar muitas situações em que se coloca em risco mesmo sem perceber. 

Treinamentos Básicos De Obediência

Para Que o Cão Sente

Para começar, procure ficar com uma recompensa na sua mão em frente ao focinho de seu cão, diga para o cão, “senta” com voz de comando porém sem gritar, e procure mover a sua recompensa para cima, em direção a cabeça do seu cão.

Quando você fizer isso, o seu cão irá recuar e automaticamente irá sentar. Caso isto não aconteça uma boa alternativa é se empurrar o traseiro do cão suavemente para baixo, quando você falar “senta” novamente.

Procure elogiar e dê recompensas para seu cão quando ele conseguir sentar. E é interessante que seja realizada esta prática diariamente, e várias vezes pois esta é a técnica mais fácil de adestramento utilizada com cães.

Comando Para o Cão Sair

Primeiramente, procure fazer o cão sentar, e em seguida procure colocar uma recompensa ou mesmo brinquedo na frente dele.

Procure dizer “Saia!” e coloque as suas mãos próximas ao objeto, caso o cão vá em direção ao brinquedo procure repetir o comando, e cubra o objeto com a mão.

Em seguida, procure tirar a sua mão novamente e espere por alguns segundos. Procure em seguida fazer um elogio, e repita diariamente estes comandos procurando aumentar o tempo que ele terá para deixar o seu brinquedo, que aos poucos ele irá obedecer seu comando.

Comando Para o Cão Olhar

Neste comando é preciso que você chame á atenção do seu cão, mostrando para ele uma recompensa em sua mão. Em seguida procure levantar a recompensa levemente até a sua testa e repita o comando “Olha!” enquanto que faz isso. Quando possível procure parar de utilizar a recompensa e siga o comando do “Olha” apenas dizendo o comando e subindo com a sua mão até o seu rosto. 

Comando Para o Seu Cão Vir

Primeiramente procure fazer o cão sentar em sua frente, deixando o cão com uma boa folga em sua coleira, e fique com uma recompensa em sua mão. Em seguida procure dizer “olha” para que ganhe a atenção do cão.

No passo seguinte procure se agachar bem devagar e dê tapinhas nas suas coxas dizendo para o cão “vem”.

Em seguida procure puxar levemente a coleira do cão trazendo assim ele em direção a você. Sempre que o cão lhe obedecer procure o parabenizar com elogios e também uma recompensa. A prática leva a perfeição, e por isso você poderá praticar por uma semana, e em um local cercado, aos poucos procure praticar em um local aberto e sem coleira. O objetivo principal deste treinamento é o cão lhe respeitar quando você passear com ele pela rua. 

Comandos Diferenciados Para o Seu Cão

Truques Para o Cão Cruzar Entre As Suas Pernas

Este é um truque bastante interessante, bem fácil de se fazer do que parece. É importante começar ensinando o seu cão a passar por baixo das pernas. Processo é bastante simples, basta apenas utilizar um petisco para o guiar e quando ele passar você dá a recompensa. Assim que ele começar a fazer, você poderá começar a ensinar o cão a trançar.

Para fazer isto primeiramente procure colocar o cachorro na sua esquerda, e você deverá estar parado com suas pernas fechadas. Coloque a perna direita para a frente dando um passo bem largo e fique com as pernas abertas nesta posição. Em seguida utilizando o petisco procure guiar o seu cão para passar por baixo, fazendo o movimento da esquerda para a direita e em seguida procure premiar o cão quando ele chegar na direita.

No próximo passo procure levar a perna esquerda para a frente, repetindo o mesmo processo porém ao contrário, guiando assim o cão da direita para a esquerda, procurando o premiar quando chegar na esquerda. 

Procure fazer este processo com um passo de cada vez, procurando premiar sempre que o seu cão passar por baixo para o outro lado. Eles são muito inteligentes e aprendem muito rápido. Conforme o cão dominar este movimento, procure começar a exigir que ele trance as suas pernas da esquerda para a direita e vice versa.

Assim que guiar o cão, procure utilizar um petisco, porém depois de algumas repetições procure tentar fazer somente com uma mão, sem ter um petisco visível, desta forma ele não irá ter foco no seu petisco e sim no movimento.

Uma dica interessante é aumentar o número de passos antes de premiar o cão, isto aos poucos é claro, utilizando um passo de cada vez. Aos poucos comece a subir a mão para que possa diminuir o tamanho de seus gestos. Percebendo que o cão está realizando o movimento e se comportando, procure começar a utilizar comandos de voz, assim que ele começar a executar o comando como por exemplo a palavra “Trança”. 

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Adestramento

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *